segunda-feira, 31 de março de 2014

O Risoto do Armistício














Napoleon Potyguara Lazzarotto, conhecido simplesmente como Poty, nasceu em Curitiba no dia 29 de março de 1924. Filho dos italianos Issac Lazzarotto e Julia Tortato Lazzarotto, começou a se interessar por desenho ainda bem criança. O seu pai era ferroviário e a sua mãe mantinha um restaurante na cidade, o "Vagão do Armistício" desde 1937, muito freqüentado por intelectuais paranaenses.

Nesse último sábado, aconteceu no Passeio Público o “Risoto do Armistício” para comemorar os 90 anos do nascimento de Poty. O desenho da primeira foto foi feito por Fabiano Vianna para marcar o evento, encomendado por Eloy Casagrande, um dos organizadores. Logicamente um evento como esses, num lugar como o Passeio Público, seria um prato cheio (inclusive dos ótimos risotos) para o amigos do Croquis Urbanos de Curitiba.

domingo, 30 de março de 2014

Acho que vi um gatinho!


Essas duas belas estátuas de felinos ficam na frente de uma mansão na Avenida Batel, que é mais bela ainda, ocupada por um banco. Interessante que as estátuas não são iguais. Uma parece estar em alerta pronto para o ataque e a outra parece estar apenas caminhando.

sábado, 29 de março de 2014

A ÓTV Circulando por Curitiba no seu aniversário











A ÓTV, em função do aniversário de Curitiba, durante toda a semana que passou fez uma série de programas ao vivo de algum lugar de Curitiba. Ontem a Praça da Espanho serviu de palco para um desses programas. Estive no local e pude fotografar as bailarinas de Dança Flamenca, as pessoas que passavam pela praça e casualmente, uma nobre representante dos Croquis Urbanos de Curitiba, a professora Doralice Araújo.
Hoje Curitiba completa 321 anos. No site da prefeitura, lê-se que em 29 de março de 1693, o capitão-povoador Matheus Martins Leme, ao coroar os "apelos de paz, quietação e bem comum do povo", promoveu a primeira eleição para a Câmara de Vereadores e a instalação da Vila, como exigiam as Ordenações Portuguesas. Estava fundada a Vila de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, depois Curitiba.
Feliz Aniversário Curitiba e parabéns para todos nós, que temos o privilégio de viver numa cidade ainda muito boa! A menininha da última foto manda um beijo para Curitiba e para todos que aqui vivem!

sexta-feira, 28 de março de 2014

Projeto Coletivo




O meu blog permitiu que mais uma vez eu tivesse a oportunidade de conhecer um pessoal muito bacana. Entrou em contato comigo o Guilherme, estudante que está praticamente fechando o curso de arquitetura na UTFPR, para que eu gravasse uma entrevista para o seu Projeto Coletivo, falando sobre o curitibano, os pontos turísticos de Curitiba (se são ou não relevantes, se são ou não "fake"), sobre a minha relação com Curitiba e que Curitiba é essa que eu retrato.
Acompanhou o Guilherme na empreitada, o Alexandre, também do curso de arquitetura (recém chegado de Londres pelo Ciência sem Fronteiras), que ficou responsável pela filmagem.
Numa super síntese feita pelo Guilherme, "O Projeto Coletivo é um grupo que pensa arquitetura por meio de projetos colaborativos, investigando a cidade".
Me enche de esperança saber que há jovens talentos, verdadeiramente interessados em pesquisar, conhecer, pensar, entender e fazer uma nova Curitiba.

quinta-feira, 27 de março de 2014

Praça do Japão vista de cima!





Há um bom tempo atrás, uma amiga e professora de educação física, disse que era personal trainer de um casal que mora na Praça do Japão e que a vista do local era incrível. Sabendo do meu interesse por fotografia, disse que um dia iria tentar combinar de eu fazer algumas fotos do local. Ontem me avisou que se eu quisesse, esse dia havia chegado. Logicamente encontrei minha amiga e de lá de cima, fiz as fotos de hoje e como podem ver, de fato a vista é muito incrível!

quarta-feira, 26 de março de 2014

Na estação apreciando o Vagão.























Cercado pelo Croquis Urbanos de Curitiba, o Vagão do Armistício foi desenhado e pintado de todos os ângulos possíveis, guardando para a posteridade a história desse lugar único em Curitiba.
Quanto ao nome, conversei com o Sr. João e ele me disse que o local foi batizado pelos militares que durante a segunda grande guerra, freqüentavam o local para comer um bom risoto e depois, discutiam a guerra, tendo uns a favor de um lado e outros, a favor de outro, mas sempre na paz!
Um ponto que deveria mobilizar à todos que admiram o legado de Poty Lazzarotto, seria a realização do sonho do Sr. João Lazzarotto, que é a criação de um museu/instituto dedicado exclusivamente ao nosso artista maior. Ele bem que tentou, em vão, criar esse espaço. Até comprou um casa fabulosa na Souza Naves, onde hoje funciona uma escola de inglês perto da Sociedade Morgenau, mas sem qualquer apoio do poder público e com toda burocracia que existe, o projeto não saiu.
Esse sim seria um grande projeto que o governo do estado poderia apoiar, mais até do que os jogos da Copa em Curitiba! Poty, Curitiba, o Paraná e todos nós precisamos e merecemos esse espaço!