segunda-feira, 30 de junho de 2014

O (nosso) Edifício.























Construído em 1954 num terreno triangular na esquina da Rua Cândido de Leão e Av. Marechal Floriano, o edifício de 21 andares (o mais alto de Curitiba na época) foi por muito tempo o Hotel Eduardo VII. Segundo o depoimento dos herdeiros do empreendedor do hotel, que ocupa a totalidade do lote, o edifício foi inspirado no Flatiron Building construído em 1902 em Nova Iorque, cidade que inspirou Will Eisner a escrever e desenhar várias “novels”, dentre elas “O Edifício”. Parece até que o famoso desenhista juntou-se aos Croquiseiros Urbanos de Curitiba no último domingo para desenhar o nosso Flatiron Building.

domingo, 29 de junho de 2014

Rua Maranhão



Um leitor do blog sugeriu que eu fosse conhecer a rua Maranhão, uma paralela à rua Pres. Kennedy, que fica no bairro Água Verde (penso eu, já que essa região faz divisa com pelo menos três). De fato a rua é linda, com enormes árvores de ambos os lados da rua que se tocam pelas copas, criando um túnel verde, muito semelhante a rua Fernando Amaro no Alto da XV.
Além de fotografar o túnel verde, achei também duas casas de madeira.

sábado, 28 de junho de 2014

Santuário Cristo Rei e São Judas Tadeu








A atual edificação do Santuário Cristo Rei e São Judas Tadeu foi inaugurada em 23/11/1975 pelos Padres Palotinos. Digo atual porque desde 1937 já existia outra no local, cujos fundos para sua construção foram levantados pelo Padre Germano Mayer. O bairro passou a ter a mesma denominação da igreja e a antiga rua Goethe passou a chamar-se Padre Germano Mayer, tamanha a importância da igreja e do pároco para a comunidade.
Com projeto de Kozo Kassai e execução à cargo de Ossami Fukuda, a sua construção revela a influência do movimento modernista. Externamente, a Igreja tem a forma de uma canoa, simbolizando o barco do apóstolo Pedro. Internamente, a arquitetura da Igreja é composta por mosaicos e vitrais que mostram temas e acontecimentos bíblicos. Não posso confirmar, mas possivelmente os desenhos dos vitrais são de autoria de Poty Lazzarotto (cuja família morava nesse bairro). A Paróquia foi elevada a categoria de Santuário em novembro de 2013.

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Argélia e Rússia na Arena da Baixada.




Ontem à convite da Coca-Cola (obrigado Sheila!), tive o enorme prazer de poder acompanhar um jogo (Argélia x Rússia) em Curitiba na Arena da Baixada.
Pode ser que o trânsito de carros tenha sido prejudicado pelas ruas bloqueadas, mas a caminho do estádio (que recebeu 39 mil torcedores), entendi o quanto isso foi providencial, pois proporcionou um acesso tranquilo e ordeiro.
Me surpreendi com a facilidade para entrar, localizar-se, transitar e sair do estádio com conforto e segurança. A visão que se tem do campo e do jogo é um espetáculo e é emocionante.
O jogo, como se esperava, já que ambas as seleções tinham chances reais de passar para as oitavas de final, foi corrido, pegado, com boas jogadas de ambos os lados. Apesar da torcida um pouco mais voltada para a Russia do nosso lado, o empate favoreceu a Argélia, cuja torcida do lado oposto ao nosso, fez uma festa danada.
Presente nas Copas do Mundo desde 1950 com anúncios nos estádios do evento, a Coca-Cola veio tornar-se parceira oficial da FIFA em 1974. Na edição do Brasil, a Coca-Cola dedicou-se a desenvolver e implantar trabalhos em torno dos três legados que a companhia pretende deixar para o país: Comunidades, Reciclagem e Vida Ativa.
O último legado teve como carro-chefe a Copa Coca-Cola, que aconteceu no ano passado e cujos vencedores foram treinados para exercerem a função de gandulas. Os 445 meninos e meninas com idades entre 13 e 17 anos foram aprovados para atuarem nas 64 partidas do evento. Além disso, a Coca-Cola selecionou também os jovens que carregam as bandeiras dos países antes das partidas. Os carregadores de bandeira foram escolhidos para simbolizar as comunidades e a reciclagem.
Ainda de responsabilidade da Coca-Cola durante toda a competição, o gerenciamento dos resíduos sólidos nos estádios onde acontecem os jogos contará com uma equipe de 840 catadores de lixo que estiveram nos Treinamentos de Capacitação para Coleta Seletiva da Copa do Mundo realizado pela empresa.
Na última foto que publico hoje, o pontapé inicial da última partida da Copa do Mundo de 2014 em Curitiba!

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Duas fotos da casa de madeira do IPPUC


Essas duas fotos são um pouco antigas. As encontrei quando fazia uma limpa nos arquivos e são da casa de madeira que está dentro do IPPUC antes da reforma (atualmente ela está branca e vermelha). O IPPUC é um lugar muito especial e vale muito a pena conhecer. Além dessa casa, há outras edificações muito interessantes, várias árvores protegidas (inclusive quatro impressionantes castanheiras) e uma bela biblioteca.

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Na mesa com Nireu

Já havia publicado essa foto no FB, mas tenho quase certeza de que não a publiquei aqui no blog. Como gosto muito dela, por via das dúvidas, resolvi publicar. Nela mais uma vez (nesse espaço já apareceu algumas vezes), o sempre receptivo Nireu Teixeira divide a mesa com mais uma figura circulante do Centro Histórico. Saúde!

terça-feira, 24 de junho de 2014

Duas versões de araucárias


Na rua XV de Novembro, esquina com a Mal. Floriano, em dois prédios de esquina, há duas intervenções que têm como tema comum as araucárias. Numa delas, as araucárias são representadas em mosaicos bem geométricos e na outra, uma pintura bem colorida trás uma araucária com vários outros elementos.

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Um domingo de Copa do Mundo na Rua XV




Fazia um bom tempo que não me sentia tão seguro caminhando na Rua XV como ontem. Bastante gente na rua, nos bancos, nos restaurantes e muitos policiais caminhando por todo calçadão. Sem preocupações ou ameaças, saquei meu celular e fui fotografando (não esperava fotografar, por isso a câmera ficou em casa, estava apenas em busca de um doce).
Obviamente essa segurança toda tem relação com a Copa do Mundo e com os turistas que facilmente encontramos nas ruas nesses dias. Gostaria muito que esse fosse um dos legados da Copa, ou seja, mais segurança para nós que moramos aqui.

domingo, 22 de junho de 2014

Cinco praças croquisadas





Há pouco tempo recebi um pedido para apoiar um projeto cultural na cidade, na forma de fotos de algumas praças de Curitiba. As fotos precisavam ser convertidas para esse formato croquisado (nome que inventei para essa função da minha câmera). Se der certo o projeto, conto para vocês no futuro. Por hora, gostaria de saber se vocês conhecem as 5 praças fotografadas por mim.