sábado, 25 de junho de 2016

Casinhas de madeira em uma colônia de nome gigante.





Essas casinhas de madeira ficam num local bem pequeno em Piraquara com um nome gigante: Colônia Imperial Santa Maria do Novo Tirol da Boca da Serra.
Essas lindas casinhas são super bem cuidadas, em belos terrenos com muitas árvores e bem do lado do pavilhão onde acontece anualmente uma festa italiana super animada.

sexta-feira, 24 de junho de 2016

No largo

O Largo da Ordem num não dia de feirinha, bem cedo é lugar ideal para fotos, filmagens e o que a criatividade de quem quer um belo cenário possa pensar. Esse pessoal parecia estar se preparando para uma gravação. Não fiquei para conferir.

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Estacas e torre

Alguns estacionamentos da Rua Treze de Maio possuem passagens diretas para o Largo da Ordem, sendo uma comodidade para quem visita a feirinha, os bares e o centro histórico.
De um dos estacionamentos fiz essa foto com umas estruturas verticais e ao fundo a torre da Igreja da Ordem.

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Uma casa de 1917



A primeira foto mostra uma das casas do Alto da XV que fica na esquina da General Carneiro com a Comendador Macedo. Na sua fachada se lê o ano de 1917, imagino que seja o ano que foi construída. A casa vai no limite do terreno em ambas as ruas e destaca-se os adornos em forma de ferradura nas janelas.

Nessa época, em 1917, Curitiba tinha menos de 80 mil habitantes e nas fotos menores, um vislumbre de como era a cidade. A foto do lado esquerdo mostra a Av. Luiz Xavier e à direita a rua José Bonifácio. A cidade parece um pouco mais tranquila, não?

Ambras as fotos antigas têm como fonte a Revista do Povo. Anno I, n.° 3 que encontrei aqui.