sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

O painel de um jardinete no São Lourenço



O Cel. Brasílio Marques dos Santos Sobrinho nasceu em Ouro Preto, Minas Gerais em 9 de outubro de 1918 e faleceu em 6 de fevereiro de 2002. Era filho do Capitão Leônidas Marques e D. Maria Mercedes Moura dos Santos. Seu avô paterno era o Dr. Generoso Marques e o avô materno era o Desembargador Augusto Lobo de Moura. Foi casado com Florzinha Silveira Marques dos Santos (25/3/1924 - 7/5/1998) . Tiveram três filhas: Cecília, casada com Roger, Marília, casada com Mário Daltro e Jussara, que foi casada com José Maria. Tiveram 6 netos: Roger, Cláudia, Bianca, Guilherme, Ricardo e Rafael e os bisnetos João Carlos, Chiara, Camila e Lorenzo.
Estudou no Colégio Militar do Rio de Janeiro, na Escola Militar do Realengo, na arma de Engenharia, na Escola de Comando e Estado Maior do Exército e na ADESG. Recebeu a condecoração da Ordem do Mérito Militar em 1954.
Serviu em unidades de Engenharia de Construção, como na construção da rodovia BR-2, do Tronco Ferroviário Principal Sul e da rodovia BR-285, etc.
Foi Diretor do DGTC (Departamento de Geografia, Terras e Colonização) de 1961 a 1964.
Foi membro fundador e Presidente do GETSOP (Grupo Executivo para as Terras do Sudoeste do Paraná). Promoveu a pacificação das áreas rurais, cujos litígios agitavam e estagnavam o progresso paranaense. Sob sua gestão foram construídas rodovias, campos de aviação, abastecimento de água e energia elétrica, escolas e hospitais.
Foi presidente do Conselho Regional de Geografia do Estado do Paraná.
Foi Superintendente da RVPSC (Rede de Viação Paraná Santa Catarina) de 1964 a 1966.
O painel de mosaico foi pensado levando em conta sua atuação profissional como construtor de rodovias e ferrovias, com muitas flores lembrando sua amada esposa e companheira por toda a vida, que se chamava Florzinha.
Fonte: Grupo Cyan

2 comentários:

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.