sábado, 25 de maio de 2013

Circulando por Curitiba - Ano 4

Hoje o Circulando por Curitiba completa quatro anos de vida e de ininterruptas postagens diárias. Continuo a descobrir Curitiba e tenho certeza que sempre existirá uma nova vista, uma nova casa e mais uma pessoa para se registrar.
Apenas para ilustrar o post, publico hoje uma seleção de algumas das minhas imagens favoritas que em algum momento já apareceram aqui.
Ontem, casualmente, peguei para ler a melhor publicação sobre fotografia que conheço, a revista ZUM do Instituto Moreira Sales. Nessa quarta edição encontrei um texto fabuloso sobre o ato de fotografar.
O texto, de Wim Wenders, publicado no livro Once (D.A.P. e Schirmer/Mosel, 2001), foi traduzido do inglês por José Geraldo Couto.

De inicio, Wenders diz que fotografar é um ato em duas direções: para frente e para trás. Portanto, toda fotografia torna-se uma imagem dupla. A primeira vista o que se vê é o objeto fotografado, mas escondido ou menos visível, encontraremos a imagem do fotógrafo em ação e a sua atitude diante da imagem capturada
O autor diz que esse fenômeno pode ser descrito por uma palavra alemã: Einstellung, que significa a atitude com que alguém aborda alguma coisa ou o modo com que esse alguém entra em sintonia e absorve a coisa.  Essa mesma palavra, Einstellung, é também um termo de fotografia e cinema, que significa tanto o take quanto o modo como a câmera é ajustada. Assim em alemão, uma mesma palavra define tanto a atitude como a imagem produzida.
Define-se a câmera como um olho com a capacidade de olhar para a frente e para trás simultaneamente. Para a frente, esse olho “tira uma foto” e para trás, registra a mente do fotografo e o seu desejo pela imagem capturada.
O texto segue magnificamente falando da singularidade de cada momento fotografado, de como cada fotografia inicia uma história, tanto que cada foto deveria ser precedida da conhecida frase “Era uma vez...”
Esse texto foi revelador para mim, pois conseguiu traduzir em palavras o que sinto ao fazer as minhas fotos e ao observá-las depois. Cada foto contém não apenas uma imagem, mas também uma história e um pouco de mim mesmo.
Espero continuar a contar com a companhia de vocês nessa que tem sido uma bela jornada. 

10 comentários:

  1. Parabéns ao blog pelos 4 anos e parabéns à você pelos belíssimos registros dessa cidade encantadora que é Curitiba.
    Achei seu blog quando decidi visitar minha mãe que atualmente mora aí, queria descobrir lugares que eu pudesse visitar. E desde então não deixei um só dia de passar por aqui.
    Uma cidade que enche meus olhos com tanta beleza e um fotografo que consegue transmitir cada momento, cada detalhe, cada acontecimento através das lentes de uma câmera.
    Curto muuuuito seu blog!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela companhia Rachel! Continua a circular comigo por Curitiba.

      Excluir
  2. Você sabe o quanto gosto de vir diariamente ao Circulando..., Takeuchi; pois, então, meu querido amigo, trate de continuar fotografando e encantando a todos que aqui chegam. Desejo-lhe saúde e prosperidade para que a manutenção diletante do blog continue um exercício diário. Receba aí o meu abraço e a certeza da leitura atenta e participativa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado professora! Sua companhia aqui no Circulando e nas Caminhadas é sempre muito agradável! Certamente continuarei enquanto puder a registrar a nossa Curitiba. Abraço.

      Excluir
  3. Washington, meus parabéns por retratar tão bem a cidade de Curitiba, graças seus posts posso conhecer lugares e culturas diferentes mesmo estando longe.

    É um prazer visitar seu blog. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom! Curitiba tem um lado muito bonito. É essa Curitiba que me cativou e que levo comigo com carinho onde quer que eu esteja e é essa visão de Curitiba que busco retratar.

      Excluir
  4. Achamos seu blog por autêntica serendipidade quando nos distraíamos sobre a arquitetura modernista. Graças a sua atividade aprendemos a acentuar a sensibilidade por Curitiba, principalmente na percepção das casas e dos detalhes cotidianos. Se de Curitiba já gostávamos, contigo reconhecemos uma identidade que não conseguíamos ainda definir, mas com seu trabalho, aprendemos a ler e considerar valiosa.
    Parabéns e obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luis! Oi Maria! Fico muito, muito feliz em ler um comentário como o de vocês! Saber que de alguma forma ajudei vocês a olharem Curitiba de um forma mais carinhosa me realiza como autor desse blog! Abraço.

      Excluir
  5. Congratulations on the four years of your blog. I enjoyed the philosophy of photography in this blog too.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thank You very much FotoMarg! Keep following my blog!!

      Excluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.