quinta-feira, 1 de outubro de 2009

O interior do Teatro Guaíra




O Teatro Guaíra reinou por muito tempo em Curitiba, como o único grande teatro da cidade (hoje possui um rival de peso que é o Teatro Positivo). Mas a história que está impregnada na paredes, palco, balcões e platéia do Guaíra será difícil de ser superada.

Creio que todo grande artista nacional tem dentre suas aspirações, apresentar-se no Guaíra, palco de fama difícil, platéia discreta, quase fria. Dizia-se antigamente que se uma apresentação funcionasse em Curitiba no Guaíra, estava pronta para qualquer palco do país.

Palco de grandes shows e de inúmeras formaturas (a minha inclusive), entrar no Guaíra sempre causa a sensação que você está prestes a participar de algo importante.

3 comentários:

  1. Belas fotos e observações muito interessantes, Takeuchi; tenho saudade das apresentações acompanhadas, lá no Guaíra.

    ResponderExcluir
  2. "Elefante Branco" dos mais significativos, apresenta acústica muito ruim, quem senta nas 20 primeiras filas, têm sérias dificuldade de distinguir as palavras proferidas no palco, já vi várias pessoas saírem da plateia revoltadas por não estarem ouvindo o que seria necessário para apreciar o espetáculo assistido. Eu mesmo, recentemente, paguei R$ 250 para assistir um show de turnê nacional, que não compreendia nada das letras das músicas, exceto o refrão. Por isso, é evitado por vários artistas, que dão preferência então ao distante Teatro Positivo, lá na fronteira de Curitiba com Apucarana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sou grande frequentador do Guaíra, mas já estive lá algumas vezes e não reparei nesse problema de acústica que citou.

      Excluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.