segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Corrente Cultural - Coletivo de Artistas




Vinte e cinco artistas plásticos e designers de Curitiba e de outros estados participaram de uma proposta inédita. Vinte e cinco portas dispostas em círculo na Praça Tiradentes serviram de suporte para a criatividade e talento de cada um dos artistas. A cada hora, eles revezaram-se transformando as suas portas.
As portas serão leiloadas pela FAS e os recursos serão destinados aos programas sociais da Prefeitura de Curitiba.

5 comentários:

  1. Belas imagens, Takeuchi! Ao vê-las, caro blogueiro, é impossível não desejar compartilhar com os meus "acompanhantes" no NaMiradoLeitor e no Twitter, também!

    Parabéns! O Circulando por Curitiba é um verdadeiro show de imagens e de boas notícias sobre a vida curitibana, mas faço-lhe um convite: embarque em um ônibus expresso, por exemplo. Da janela de um Centenário Campo Comprido ou de um Inter2 a o amigo verá cenas imprescindíveis ao seu olhar atento.

    Já experimentou pedalar pela cidade? Combinemos um passeio monitorado; será muito bom. O Marden e a Marília já parecem dispostos. Os seus leitores muito apreciarão os resultados visuais; não tenho qualquer dúvida.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Professora. Passeio num expresso? Quem sabe eu me arrisque um dia!
    Pedalar não tenho costume (nem bicicleta). Tenho um par de hérnias de disco que eu precisaria consultar para saber se elas topariam a aventura!
    Mas caminhar com um grupo nós temos caminhado. No sábado foram 5 horas de caminhada pelo Bigorrilho, descobrindo coisas que só a pé é possível. Em breve farei os posts dessa caminhada.
    Aliás, o grupo é aberto e sem qualquer custo (além da sola do tênis e água, que não pode faltar). Todos são muito bem-vindos.

    ResponderExcluir
  3. Ah..., pois, então, inclua-me no grupo de caminhantes, Takeuchi. Caminhar é o que faço, quase diariamente, aqui nos arredores do Mercês, Bigorrilho e Batel, mas geralmente sozinha, porque nem sempre os horários dos conhecidos coincide com o meu, professora autônoma.

    Arrisque-se em um passeio "num expresso", sim; a maioria da população enfrenta a rotina pela canaleta, muitas vezes sem opção diferente. Experimente; verá contingências muito próprias do trânsito curitibano, mas de outro ângulo. Garanto que terá muitos assuntos para várias postagens, meu caro blogueiro.

    ResponderExcluir
  4. Lindo post, Takeuchi! Adorei a montagem do Mucha Tinta. Estou 'surrupiando' gentilmente pro curitibaneando. Amplex!

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.