domingo, 16 de junho de 2013

Ao longo da Linha Vermelha



Houve uma época em que um linha de petit pavé vermelhos foi instalada na rua XV para indicar ao logo dela, pontos de observação relevantes. Essa linha vermelha que lá existe hoje bem no centro do calçadão não me parece ter o mesmo objetivo. Não tenho qualquer informação que possa confirmar, mas me parece que hoje o objetivo talvez seja apoiar o deslocamento de deficientes visuais. Alguém confirma ou teria outra explicação?

5 comentários:

  1. É para acessibilidade mesmo. Se chama piso tátil e tem em outras ruas de Curitiba também.

    ResponderExcluir
  2. Um roteiro a pé por Curitiba
    No começo dos anos 1990, na terceira gestão Jaime Lerner, Curitiba inspirou-se na Linha Vermelha da cidade alemã de Hannover – que conduzia aos principais pontos turísticos de lá – e a aplicou sobre o pavimento de diversas ruas, orientando o visitante, e o próprio habitante da capital paranaense, por interessantes lugares. Em meados da mesma década, o prefeito Rafael Greca deu um passo além: criou a Linha Pinhão – Pegadas da Memória, marcando o piso com pedras ou pintura na cor pinhão, revelando, no âmbito do centro histórico, edificações e preciosidades arquitetônicas, históricas e sentimentais que marcaram a história da cidade, ao longo dos três séculos.

    http://www.icnews.com.br/2012.03.30/variedades/turismo/um-roteiro-a-pe-por-curitiba/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari. Me lembro dessa linha que guiava o passeio. Existia inclusive o livro intitulado "Pegadas de Memória" que nunca encontrei. Mas hoje de fato essa linha é como disse a Aline acima, um piso tátil para pessoas com deficiencia visual. Grande abraço.

      Excluir
    2. Vi no Google Maps que realmente esta linha existe e pode ser vista em frente a fonte do cavalo no Largo da Ordem. https://maps.google.com/maps?hl=pt-BR&tab=ml

      Excluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.