quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Mercearia Dna. Julia Zanon







Uma amiga que acompanha o Croquis Urbanos Curitiba e tem raizes na Colônia Faria em Colombo, me enviou uma breve história da casa de madeira que ainda existe na colônia e que ainda está na família.

Me contou a Juliana que "o armazém pertencia a Eugênio Milani e Júlia Zanon Milani, irmã do meu Nonno (João Adélio Zanon). Hoje pertence a filha deles, Gema Milani Gueno. O armazém é uma das casas mais antigas da região e uma das poucas que restaram sem nenhum tipo de reforma. Não sei ao certo quantos anos possui a casinha, mas vai para mais de 90 anos, e por muito tempo foi o ponto de encontro dos moradores para comprar desde coisas de consumo diário até a "cervejinha" dos velhos senhores..."

Enfim, um estabelecimento que acompanhou boa parte da história da Colônia Faria e que mantém seu charme até hoje.

3 comentários:

  1. Coisa linda valorizar esse tipo de memória! Memória é patrimônio!

    ResponderExcluir
  2. Araucárias, edificação em madeira, sótão....
    Mais típico (paranaense),impossível!

    ResponderExcluir
  3. Casa maravilhosa de madeira com sótão, saudades deste tempo.

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.