A mais linda das mansões







Esse casarão no Batel que fica na esquina da Av. Batel com a Ângelo Sampaio (exatamente em frente do outro casarão que postei ontem) é para mim o casarão antigo mais lindo da cidade e olha que a concorrência é alta nesse quesito. Mas há algo de especial nessa casa, meio que me lembra aqueles filmes de ocupação inglesa em ilhas tropicais.

Um leitor do blog, Luiz Venske Dyminski, comentou ter lido na página "Antigamente em Curitiba" que o local chamava-se Casa da Tia Paula ou Casa da Mãe Solteira, que seria uma casa de acolhimento de mães solteiras que não tinham apoio e condições de cuidar de seus filhos.

Hoje o local é sede de um grande banco.

Comentários

  1. Muito emocionante ver a casa onde eu nasci. Não é atoa que meu no me é Paula.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fiquei nesta casa há 28 anos quando tive minha filha.

      Excluir
  2. Minha amiga procura o filho, que ela concebeu quando estava nesta casa, sua mãe o entregou ele pra adoção, ela era de menor, não teve escolha. Isso faz 28 anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei nesta casa há 28 anos no último mês de minha gestação. E após o nascimento da minha filha. Talvez tenha conhecido está mãe que procura seu filho

      Excluir
    2. Gente preciso de dados sobre algumas mães q estiveram ali no período de 1988 e 1989, existem registros ainda??? Alguém sabe informar?

      Excluir
  3. Amei este post guardo boas recordações. Queria rever a casa com as mesmas pessoas. As irmãs que. Cuidava .

    ResponderExcluir
  4. Procuro por uma mulher de sobrenome Lauxen q ficou nesta casa para dar a luz ao seu filho hj com 32 anos de idade . Se alguém souber de alguma coisa qualquer coisa q seja wu agradeço

    ResponderExcluir
  5. Meu nome é Pepita Vanessa Tedesco Groth nasci nesta casa em 25 de novembro de 1978 gostaria muito de ter informações sobre os registros da época porque procuro por minha mãe biológica...Quem tiver alguma informação chamar 41996055769...Obrigada

    ResponderExcluir
  6. Muitas mães foram obrigadas a deixar seus filhos ali não tiveram escolha... muito triste ... ou eram vendidos ou doados ...

    ResponderExcluir
  7. Nasci em Curitiba e minha mãe biológica esteve nesta casa, em 1972, para que eu pudesse vir ao mundo. Sou grata pelo ato de Amor e Coragem. Gostaria muito de encontrá-la para agradecê-la. Continuarei procurando...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.

Postagens mais visitadas