quarta-feira, 31 de julho de 2019

To everything (turn, turn, turn) There is a season...


Ao longo de praticamente um ano (2018-2019), durante um curso que marca uma mudança importante na minha vida, registrei a passagem do tempo nesse grafite de Helder Oliveira na rua Fernando Moreira e percebi a mudança das estações nele.

Duas músicas vieram à minha mente enquanto trabalhava para juntar essas fotos. Uma do musical Rent! chamada "Seasons of Love" que pergunta de que forma se pode medir o tempo: em minutos, semanas, anos, xícaras de café, sorrisos, lamentos, degustações, mis en places, amores?

Outra música é Turn! Turn! Turn! (To Everything There Is a Season) do grupo Byrds. Essa música, que foi praticamente toda baseada no texto da Bíblia Eclesiastes-3, fala que tudo na vida tem seu tempo e seu propósito.

Esse tempo de passar todo dia por esse grafite e o motivo disso, teve seu propósito, está assimilado e agora é hora de novas estações.

To everything turn, turn, turn
There is a season turn, turn, turn
And a time to every purpose
Under heaven

A time to be born, a time to die
A time to plant, a time to reap
A time to kill, a time to heal
A time to laugh, a time to weep

A time to buid up
A time to break down
A time to dance, a time to mourn
A time to cast away stones
A time to gather stones together

A time of love, a time of hate
A time of war, a time of peace
A time you may embrace
A time to refrain from embracing

To everything turn, turn, turn
There is a season turn, turn, turn
And a time to every purpose
Under heaven

A time to gain, a time to lose
A time to rain, a time of sow
A time for love, a time for hate
A time for peace
I swear it's not too late


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.