quarta-feira, 17 de abril de 2013

O fim de uma casa de madeira de Curitiba





Um leitor desse blog, Marcelo, gentilmente me alertou que uma das casas de madeira que eu havia postado aqui estava sendo desmontada. Quando descobri que tratava-se dessa, fiquei bastante triste por tratar-se de uma das minhas favoritas. Sabia que isso um dia aconteceria, que muito do que eu registro da Curitiba que vivo hoje, sobreviveria apenas nas minhas fotos.
Fui ao local na manhã de ontem e fiz esse triste registro fotográfico. O Marcelo chamou a minha atenção para uma solitária imagem do ex-governador Ney Braga que restou no que restou da casa. Com certeza acompanharei o que tomará o seu lugar.

10 comentários:

  1. Muito triste mesmo, lentamente Curitiba passa uma borracha em seu passado....

    Excelente suas publicações, tenho algumas fotos que podem interessar também.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marlon. obrigado!
      Se tiver fotos ou dicas de fotos, por favor me mande.

      Excluir
  2. O comentário do Marlon diz tudo, Curitiba passa uma borracha em seu passado...

    ResponderExcluir
  3. Precisamos de mecanismos de preservação do nosso patrimônio que sejam mais modernos e eficientes. Hoje ser proprietário de uma UIP (Unidade de Interesse de Preservação), o que certamente não era o caso dessa casa, traz muitas obrigações e limitações do que benefícios.

    ResponderExcluir
  4. It's sad that one of the beautiful wooden houses is now partly broken down. I hope all the others are safe and being looked after.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hi fotomarg. A very few wooden houses are protected in Curitiba, which is very sad!

      Excluir
  5. Tem muitas casas que estão sendo relocadas. Isso passou no Meu Paraná no começo de abril.

    Foi muito legal
    http://redeglobo.globo.com/rpctv/meuparana/noticia/2013/04/imoveis-de-madeira-sobrevivem-selva-de-pedra.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline. Eu vi essa matéria. Infelizmente essa realidade é para poucos casos. Na matéria mostraram 3 casas que ja postei aqui, que são incríveis mesmo: Casa da Estrela, Casa de Erbo Stenzel e Sede do Iphan. Algo que li e achei genial foi uma tal de Vila da Madeira, que seria uma área criada no Parque do Atuba para preservar esse tipo de arquitetura. Avidamente fui ao local para constatar que apenas uma (1) casa havia sido transladada. Mais uma boa idéia mal executada! Quem sabe se reclamarmos ao prefeito ele nos ouça? Abraço.

      Excluir
  6. Boa tarde caro Washington,

    infelizmente, a falta de cuidado (deliberada ou nao) com a memoria eh generalizada em nosso pais. Lamento pelo destino das casas de madeira em Curitiba (cidade que conheci apenas em 2003, e que visito com frequencia desde entao) e pelo de tantos sobrados destruidos (ou a ruir) no centro do Rio de Janeiro.

    parabens por teu trabalho! que ajude a sensibilizar as pessoas pela preservação do patrimonio arquitetonico em Curitiba.

    um abraço,

    luciano

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Luciano. De fato, a preservação do patrimônio histórico e cultural não é uma questão urgente para muitas pessoas.

      Excluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.