domingo, 28 de janeiro de 2018

USK Curitiba no casarão da Marechal com a Barão







Ontem os Urban Sketchers de Curitiba encontraram-se na Avenida Marechal Deodoro com a Barão do Rio Branco para registrar um belo casarão que foi restaurado recentemente.

Pesquisando na internet qualquer informação sobre a edificação, encontrei o material abaixo no site "Fotografando Curitiba".

Na esquina da Rua Barão do Rio Branco (antiga Rua da Liberdade) com a Rua Marechal Deodoro (antes Rua Nova da Carioca e mais tarde Rua do Comércio) está situado este belo casarão de 1881, que já foi residência da família Lustosa.

Conforme um anúncio no "Almanach do Paraná" para 1901 abrigou o "Atelier Photographico" de Octavio Lustoza.

Originalmente ele não tinha o sótão com mansardas. O telhado deve ter sido modificado entre os anos de 1912 e 1930.

Em 1921 Leo Kessler adquiriu o pavimento superior, onde instalou o Conservatório de Música de Curitiba e o sótão, onde residia. Eles os vendeu em 1931.

Na Rua Barão do Rio Branco, até 1931, no lado direito do pavimento térreo residia o alfaiate Domingos Alves Brito e, no lado esquerdo, na esquina, existia uma padaria.

As portas largas (antes eram estreitas e em arcos) e a marquise na fachada da Rua Barão do Rio Branco provavelmente foram feitos entre 1931 e 1935.

Em 1972, os janelões para a Av. Mal. Deodoro foram transformados em portas e vitrines. Ainda restou uma janela do térreo no tamanho original da construção, posteriormente foi transformada numa porta. Fonte: Site Fotografando Curitiba

2 comentários:

  1. Linda publicação! Foi uma enorme satisfação trabalhar neste projeto de restauro, devolver para a cidade este bem histórico foi uma grande realização para mim como arquiteta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns pelo trabalho Patícia, o prédio que já era lindo, ficou ainda mais depois do restauro.

      Excluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.