domingo, 28 de outubro de 2018

Us and Them
































"Us and them
And after all we're only ordinary men
Me and you
God only knows
It's not what we would choose to do"

Ontem tive o imenso privilégio de ir ao showzaço do Roger Waters no estádio Couto Pereira. Mais de 40 mil pessoas entraram em paz e em paz foram para suas casas ao final do show. Houve momentos de vaias misturados aos muitos aplausos, houve momentos de ofensas rasteiras, algo que marcou esse período de divisão do país, mas nada descambou para as vias de fato.

O show foi perfeito, passando principalmente pelos discos "The Dark Side of The Moon", "The Wall" e "Animals". Quem conhece o trabalho do Roger Waters sabe que sempre foi muito politizado e quem vaiou (foi pouco) não conhece, não ouve ou não sabe ler (estava tudo no telão).

Os músicos foram sensacionais, com destaque para o vocalista/lead guitar e as meninas do backing vocal que fizeram os queixos cairem em "The Great Gig in the Sky", merecidamente ao apresentar a banda, foram as mais aplaudidas. Destaque para imenso telão de alta definição (tudo superlativo aqui), para o show de laser (com direito à pirâmide), porcos e bolas voando e o incrível cenário da capa de "Animals" que brotou literalmente no palco.

Uma noite histórica para quem curte boa música e teve a chance de estar no mesmo espaço físico com uma lenda do rock!

So, so you think you can tell
Heaven from hell
Blue skies from pain
Can you tell a green field
From a cold steel rail?
A smile from a veil?
Do you think you can tell?
Did they get you to trade
Your heroes for ghosts?
Hot ashes for trees?
Hot air for a cool breeze?
Cold comfort for change?
Did you exchange
A walk on part in the war
For a lead role in a cage?
How I wish, how I wish you were here
We're just two lost souls
Swimming in a fish bowl
Year after year
Running over the same old ground
And how we found
The same old fears
Wish you were here

3 comentários:

  1. Genteeee!!! uau, que show deve ter sido! E que fotos Irmão, demais!!!

    ResponderExcluir
  2. 'quem vaiou (foi pouco) não conhece, não ouve ou não sabe ler (estava tudo no telão).'

    Não poderia ser 'quem não concorda' ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida o não concordar é direito de qualquer um. Acho apenas que o posicionamento político dele faz parte (sempre fez) do show, tanto quanto a música, a luz, a cenografia. É um grande pacote. Quem aceita esse pacote (mesmo não concordando) foi ao estádio para recebe-lo, afinal, foi isso que compramos. Acho errado atrapalhar a entrega com vaias, que felizmente nesse dia (diferente de SP, por exemplo), não foram capazes de interromper o show.

      Excluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.