segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Uma janela para o mundo


Na rua Dr. Claudino dos Santos, sentado em frente ao Memorial de Curitiba com o reflexo da Casa Hoffmann ao fundo, esse distraído transeunte comunicava-se com o mundo, alheio ao fotógrafo (também refletido) que flagrava o momento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.