sexta-feira, 17 de julho de 2009

Fundação Cultural de Curitiba


Construção de 1866/67, foi encomendada pelo austríaco José Wolf e seu filho Fredolin. Foi residência, loja maçônica, escola, Quartel do Corpo da Polícia, sede do Quartel General durante a Revolução Federalista e sede da Prefeitura e Câmara Municipal em 1912/13.

Residência até a década de 50, abrigou a Livraria Braun entre 1958 e o início dos anos 70, quando o município comprou o casarão.

Restaurado, passou a sediar a Fundação Cultural de Curitiba em 1975.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.