quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Figuras do calçadão da rua das Flores 6



Hoje em dia são raras as vezes que tenho a oportunidade de caminhar pela rua das Flores. Houve um tempo em que diariamente passava pela Boca Maldita e lembro-me de algumas figuras como o que montava uma espécie de pedestal com um circulo bem fechado, cravado de facas e que numa corrida e num salto, ele atravessava (quase sempre) ileso. Ou aquele que pedia para um pobre assistente sustentar nos lábios um cigarro ou uma pequena folha de papel que era minuciosamente retalhada pela habilidade no manejo de um chicote.

As fotos mostram uma roda de capoeira e seus dançarinos mostrando sua habilidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.