terça-feira, 15 de outubro de 2013

O relógio da Praça Osório

Para acompanhar o imagem croquisada do relógio da Praça Osório, achei essa coluna do Cid Destefani, publicada na Gazeta do Povo em 12/06/2011, com o título "Horas curitibanas", da qual extrai algumas partes.

O relógio da Praça Osório foi inaugurado pelo prefeito Cândido de Abreu em 1914 sem o mecanismo do relógio, que encomendado na Alemanha, somente chegaria após o término da Primeira Guerra Mundial, em 1918. Funcionava aos trancos e barrancos. Vivia parado e, quando não, nunca estava com a hora certa. O povo comentava: relógio que atrasa não adianta! Por duas vezes sua caixa foi mudada, assim como os mostradores. De redondo passou a ser quadrado e tornou a forma circular. A última mexida que deram no coitado foi por volta de 1993, quando foi retirado da Praça Osório e colocado na Avenida Luiz Xavier, onde em seu pedestal o trêfego prefeito, tentando se eternizar, colocou uma placa de bronze com seu nome que, por sinal, já foi devidamente retirada por algum gatuno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.