sábado, 23 de maio de 2015

Titton in natura.










Quem passa à pé pela Dr. Faivre, na altura do número 621 não deixará de notar um muro baixo e lá no alto do terreno, uma linda casa vermelha. Notará também, um sensacional conjunto de esculturas em metal. A casa é a Belotti e as esculturas são de autoria de Elizabeth Bastos Dias Titton, ou simplesmente Titton.
Titton nasceu em São Paulo, mas está em Curitiba desde 1957. Graduou-se em Administração pela UFPR e em Pintura pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná.
Foi diretora e membro do conselho consultivo do Museu de Arte Contemporânea do Paraná, criadora do Espaço Cultural “Pró-Criar” e professora do Curso Superior de Escultura da EMBAP.
Participou de inúmeras exposições em vários estados, inclusive fora do Brasil. Tem várias das suas esculturas em espaços públicos de Curitiba, Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro e Suíça. Publicou e figurou em diversos livros e revistas. Suas esculturas já compôs cenários de novelas da Rede Globo.
Apesar de seu impressionante currículo, trata-se de uma pessoa muito generosa, querida e sempre de bem com a vida. Com frequência a encontrará ali pela Casa Belotti (onde funciona a Carmesim), seja desfrutando do excelente Café/Bistrô ou apenas curtindo a companhia do momento.
As fotos são das esculturas que estão na casa, tanto as do jardim quanto as que estão dentro da casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.