sábado, 12 de setembro de 2015

Pequenas igrejas, grandes negócios...

Esses guindastes estão trabalhando onde um dia existiu uma empresa centenária que marcou a história do ciclo do mate no Paraná e em Curitiba. Quem um dia observar o nababesco templo que será construído no local, não fará idéia do que havia antes nesse local. Uma pena. Se dizem "pequenas igrejas, grandes negócios", "grandes igrejas, negócios maiores ainda"!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.