quarta-feira, 15 de junho de 2016

A Casa Culpi


Na Colônia Santa Felicidade, fixou raízes o sr. Giovanni Baptista Culpi e que em 1887 construiu a Casa Culpi para ser a residência da família e ao mesmo tempo um comércio de secos e molhados e assim aproveitar a clientela, formada principalmente de viajantes, e mais tarde caminhoneiros, que ali passavam rumo ao norte do estado.

Na década de 1980, o imóvel foi adquirido pelo Município de Curitiba e, no dia 1 de abril de 1990, foi inaugurado como Memorial Italiano Casa Culpi, um mini-museu para contar a história da imigração italiana ao Brasil e em Curitiba. A casa tornou-se referência e um ponto turístico entre as diversas atrações do centenário bairro curitibano, pois o edifício, que era dividido em dois espaços, nos seus dois pavimentos de arquitetura simples proveniente das primeiras construções dos imigrantes italianos em solo curitibano, abrigou exposições temporárias e permanentes como o importante acervo de mobiliários, utensílios domésticos e equipamentos agrícolas típicos do século XIX, bem como, fotografias que ilustram o cotidiano do imigrante italiano em suas primeiras décadas na antiga colônia de Santa Felicidade. Além das exposições que ali ocorreram, a Casa Culpi também ofereceu cursos, palestras e eventos que divulgaram a cultura italiana como o curso de língua italiana e o de artes plásticas, ambos oferecidos regularmente.

Em 2009, o memorial foi transferido para o centro de Curitiba e agora faz parte do acervo do Centro Cultural Solar do Barão e a Casa Culpi foi transformada, em 2010, num Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), mantendo cursos e serviços públicos para a população local.

A Casa Culpi fica na Av. Manoel Ribas, 8450 - Butiatuvinha.

Fonte Wikipedia

Um comentário:

  1. Bela história dessa gente batalhadora, que até hoje, guarda sua linguagem e cultura!

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.