terça-feira, 21 de junho de 2016

A Rua (quase) 24 Horas








Inaugurada em 12 de setembro de 1991, a Rua 24 Horas é uma galeria que liga as ruas Visconde de Nácar e Visconde do Rio Branco e está localizada na quadra entre as ruas Comendador Araújo e Emiliano Perneta, no centro da capital. Foi a primeira do gênero no Brasil e marcou época em Curitiba ao oferecer atendimento dia e noite, em um tempo em que o comércio noturno ia pouco além de algumas farmácias de plantão. A galeria possui 116 metros de extensão e foi construída em estrutura metálica tubular em forma de arcos, e dois grandes relógios, um em cada entrada, que marcam (marcavam, ok!) as horas em 24 intervalos, ao invés de 12, além de serem iluminados e comandados por uma central eletrônica a quartzo.

Ao longo dos anos, a Rua 24 Horas consolidou-se como um dos principais pontos de encontro dos curitibanos e, pelo estilo e arquitetura, o ponto de referência foi cenário para muitas fotos de casamentos, formaturas e lembranças de turistas.

Em 11 de novembro de 2011, após 20 anos de sua inauguração, a Rua 24 Horas foi reaberta ao público depois de passar por uma completa revitalização, cujas obras foram realizadas pela Prefeitura de Curitiba e que manteve os mesmos detalhes arquitetônicos que a tornaram conhecida no mundo inteiro, dentre eles os grandes arcos internos e externos e os relógios. Hoje uma empresa que venceu uma licitação da prefeitura tem a concessão para explorar o local por 10 anos.

A demanda e o perfil dos interessados pelas lojas deixaram a Rua 24 Horas voltada principalmente à gastronomia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.