sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Casa Frederico Kirchgässner - parte 1













Aconteceu no MON tempos atrás uma exposição importantíssima para a história da arquitetura de Curitiba intitulada Kirchgässner – um modernista solitário.

Estivemos no MON após finalizada a exposição para o lançamento do belíssimo catálogo, quando aconteceu uma mesa redonda com Arwed Kirchgässner, Giceli Portela professora da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Maria Luiza Piermartiri professora da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e Salvador Gnoato, curador da exposição e professor da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR).

Depois de apreciar o catálogo, o desejo de conhecer a casa internamente apenas cresceu. Já havia conversado tempos atrás com o Sr. Arwed Kirchgässner (filho de Frederico e Hilda) sobre essa visita e reestabelecendo esse contato, consegui acesso ao interior da casa, cujas fotos compartilharei com vocês nesses próximos posts.

A vida e obra de Frederico Kirchgässner deve ser continuamente celebrada e relembrada, em exposições como a que recentemente aconteceu no MON, em livros como os que o Prof. Salvador Gnoato editou, incluindo o belíssimo catálogo, que foi a fonte principal das informações que acompanharão as minhas fotos nesses posts.

Espero que curtam essa viagem aos anos 30 tanto quanto eu e espero que o legado desse arquiteto que tinha seu olhar no futuro, permaneça preservado para sempre.

Lamento profundamente a impossibilidade da família em conter os pichadores, mas os saúdo por manter o interior da casa como se o casal Hilda e Frederico ainda morassem nela e a qualquer momento aparecessem no seu terraço e por um dos pórticos, pudessem apreciar mais uma vez a bela paisagem que sempre tiveram de Curitiba.

Agradeço imensamente ao Sr. Arwed pela generosidade em permitir o meu acesso e a realização das fotografias.

As fotos de hoje mostram o exterior da casa e a capa do catálogo da exposição no MON.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.