terça-feira, 19 de setembro de 2017

Uma moldura viva para o Tijucas


Do alto do Edifício Anita, sob suas plantas do terraço, achei essa moldura para fotografar o Edifício Tijucas, um dos mais  queridos e icônicos do centro de Curitiba.

Icônico não apenas pelo seu gigantismo e arquitetura, mas principalmente pelas histórias que são contadas, como um dos últimos redutos dos alfaiates, do tocador de pistom que todo final de tarde aliviava a pressão do dia-a-dia com boa música, do jacaré que fugiu do açougue de carnes de caça que um dia existiu na galeria, das lambretas que passavam pela galeria só por farra e pelas suas tantas lendas urbanas. Enfim, um personagem da história curitibana.

Um comentário:

  1. Linda moldura para o Tijucas; aliás, a oportunidade de ficar, mesmo por alguns instantes, no terraço do Ed. Anita é sensacional, Takeuchi. Visualizar do alto aquele trecho de Curitiba permite muitas fotos, assim como comovente reflexão sobre a história da cidade.

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.