terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Grupo de caminhadas observacionais - O grupo


Essa caminhada reuniu perto de 40 pessoas e um grupo desse tamanho, com câmeras, chapéus, óculos escuros e toda pinta de turistas andando por pontos que em princípio não são turísticos, chama muito a atenção. Todos por quem passamos ficam olhando desconfiados, outros mais ousados, perguntam do que se trata e ficam espantados por saber que são moradores de Curitiba, circulando por Curitiba!
Há também, infelizmente, os coitados que ao passar de carro (sempre de carro) por nós, buzinam e gritam pérolas compatíveis com suas idades mentais. Acho que daria uma boa análise de um psicológico!

11 comentários:

  1. Pérolas compatíveis com suas idades mentais... preciso usar essa qualquer hora.
    Esse grupo é aberto? Alguma chance de bater perna com vocês algum dia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jô. Sim! O grupo é aberto, democrático e gratuito. Para participar, basta manifestar o seu interesse ao prof. Mário Sergio pelo email msergio58@gmail.com.
      Abraço.

      Excluir
  2. Na próxima caminhada, Takeuchi, com a ajuda de todos, anotarei as frases que os passantes de carrro costumam gritar para nós.

    ResponderExcluir
  3. Quais os dias das caminhadas? Gostaria de me juntar ao grupo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Guti. As caminhadas acontecem sempre aos sábados a partir das 14:00. Porém, sao apenas 4 por ano (uma a cada estação), organizadas pelo prof. Mário Sergio da UTFPR. Como comentei mais acima, troque um email com ele e antes da próxima, certamente você recebera o projeto d caminhada.

      Excluir
  4. Gostaria muito de participar!! Tenho compromissos no sábado a tarde, mas o dia que tiver em outros dias e horários, por favor me avisem!

    Abs,

    Gustavo Brito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gustavo. A próxima caminhada deve acontecer daqui a 3 meses (aproximadamente), mas certamente será num sábado a tarde, como de costume.

      Excluir
    2. Farei o possível para ir!

      Abraço

      Excluir
  5. quanto a análise psicológica, tente "Psicologia de grupos e analise do ego", 100 anos atrás Freud destacava como as pessoas davam uma maior vazão as suas pulsões quando escondidos em uma massa de pessoas.
    Nos dias atuais podemos pensar no anonimato fornecido pelo transito como a mesma forma de anonimato.
    Pessoas ligadas ao mundo da arte normalmente se espantam com esse tipo de comportamento por encontrarem formas mais saudáveis de dar vazão a suas pulsões.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Campos. Essa descrição que fez lembrou-se as ações dos vândalos durante as manifestações recentes Brasil afora. Acho que muitos são levados por uma espécie de consciência coletiva.

      Excluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.