domingo, 14 de fevereiro de 2016

Circulando pela rua Comendador Araújo - parte 2












Nesse segundo e igualmente incrível trecho, vemos na primeira foto o prédio que abrigou possivelmente a última sede da Livraria Ghignone (que funcionou em Curitiba por mais de 90 anos), um exemplo do uso da calçada como extensão de um bar, outro prédio de Elgson Ribeiro Gomes, um casarão eclético ocupado por um Salão Marly e alguns dos palacetes e casarões que marcaram o auge do ciclo do mate no Paraná.

6 comentários:

  1. Estupendas las fotos y preciosas las casas. Esa entrada al jardín en forma circular, me produce un chispazo en la memoria.¡Lo he visto muchas veces antes!¿es posible? ¡Allá me voy al mapa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Helena! Obrigado por curtir a postagem.
      Ah! E muito obrigado pelo seu relato por email. Pretendo transforma-lo numa postagem.

      Excluir
  2. Lindas as casas e as fotos! Precisamos preservar ao menos as fotos, pois infelizmente, nossa história morre um pouquinho mais a cada lance imobiliário!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado. Quanto à essas casas da Comendador, creio que serão preservadas, mas nunca se sabe!

      Excluir
  3. Alguém pode me ajudar a me informar onde posso saber onde o Capitão Mor Gabriel de Lara esta seputado ou acesso a documentos e descendentes. Obrigado (41)9644-3012

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Walter. Sugiro procurar a Casa da Memória. Creio que seria um excelente primeiro passo na sua busca.

      Excluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.