sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

O Museu do Saneamento da Sanepar






A influência do art-decó, como sinônimo de modernidade, refletiu o estilo arquitetônico de importantes prédios públicos construídos em Curitiba, no período de 1932 a 1945. Assim, a Estação de Tratamento de Água (ETA) Tarumã seguiu esse mesmo estilo. O prédio traz em todas as suas linhas a linguagem do art déco, desde a imponência do pórtico centralizado, onde se localiza a entrada principal, elevado em relação ao restante da edificação, aos detalhes de gradis e portas.

A imponência da construção, na época, se distinguia ainda mais pelo entorno vazio, uma vez que a construção centraliza todo o quarteirão, onde o projeto paisagístico emoldura a arquitetura do edifício.

Cabe ressaltar que a ETA Tarumã é a primeira construída na capital, além de ser considerada a primeira de grande porte do estado. Foi inaugurada em 1945, durante a administração do então Interventor do Estado Manoel Ribas (1932/1945), atendendo a um projeto de reforço do sistema de abastecimento de água de Curitiba. Essa estação funcionou até 2004.

No local hoje funciona o Museu do Saneamento, inaugurado em 2014, mostrando a evolução da engenharia do setor, da própria Sanepar (mantenedora do local) e estimula a conservação dos recursos hídricos.

A viagem nostálgica começa pelo próprio prédio de mais de 5 mil metros quadrados, passa pelos tanques de decantação e os cilindros gigantes usados nos processos de purificação que ainda estão por lá. Equipamentos de análise química, móveis de época e computadores integram o acervo, e até uma lambreta usada décadas atrás por funcionários da Sanepar no Norte Pioneiro. A vespa foi recuperada de um ferro-velho.

No acervo de mais de 8 mil itens, há peças que remetem à própria história de Curitiba, como tampas de poços de visita datadas do início do século 20. Ou então um fichário com os nomes de todos os clientes da empresa entre 1945 e 1965, que cabiam em uma escrivaninha.

O Museu fica na Rua Engenheiro Antônio Batista Ribas, 151, e funciona das 9h às 11h e das 14h às 16h, de terça a sexta-feira. Visitas monitoradas podem ser solicitadas à direção do museu.

Fontes: Gazeta do Povo e Museu do Saneamento da Sanepar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.