terça-feira, 13 de novembro de 2018

A águia bicéfala



Para quem nunca reparou, na Praça Zacarias pousada no Edifício Acácia está a Águia Bicéfala, um símbolo da maçonaria que vem lá dos longínquos 1756, quando foi criado um certo supremo conselho dos imperadores do oriente e do ocidente, adotando o inusitado ser alado como símbolo, assim como um dia foi do império romano (que também dividia-se em dois) e a águia de duas cabeças representava isso, um mesmo corpo de olho nos dois lados do império.

A águia da Praça Zacarias não nasceu com o Edifício Acácia (que também é um símbolo maçônico), ela já existia naquele lugar, onde um dia um tempo encimado pela águia foi demolido para dar lugar ao atual edifício, onde existiu (ou existe, não sei dizer) uma loja maçônica.

No dia 24/06/1961foi lavrada uma ata, contendo as assinaturas dos presentes, que juntamente com outros documentos, livros maçônicos, jornais do dia, selos, moedas e um pequeno ramo de acácia, foram colocados numa urna, hermeticamente fechada e depositada junto a Pedra Fundamental do edifício e lá deve permanecer até hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.