terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Rimons here, there and everywhere









Dizem que Curitiba é uma ilha cercada de Maderos, Salões Marly, farmácias e grafites do Rimon por todos os lados.

Hoje quando fui procurar uma foto para postar, navegando no arquivo passei por uma foto de um grafite do Rimon, navegando mais um pouco, passei por outro. Por isso, resolvi fazer esse post especificamente sobre ele.

Rimon Guimarães é um artista autodidata nascido em Curitiba em 1988. Li numa breve matéria na Revista Trip que o improviso é a sua maior fonte de inspiração, que não tem a intenção de transmitir mensagens objetivas com seu trabalho, embora temas como o amor, a natureza e as lutas do movimento negro sejam recorrentes. “Para mim, o grafite é uma forma de se desapegar das palavras e materializar um sentimento por meio de signos visuais. Cada um que vê tira as suas próprias conclusões”, diz.

Em Curitiba você encontrará Rimons principalmente no Centro e no São Francisco. Ele também tem seus trabalhos em outros lugares, tais como Londrina, São Paulo, Suíça, Bielorrussia, França, Gâmbia, Espanha, Holanda e Dinamarca.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.