quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Cabeleira da rua dos Chorões 3



Em agosto fiz a primeira postagem desse grafite imaginando que a trepadeira do muro formaria uma cabeleira verde e tenho acompanhado as mudanças desde então.

Setembro não trouxe grandes mudanças, por isso nem publiquei e a secura era tanta que achei que talvez as folhas não viessem. Outubro trouxe as primeiras folhas e a esperança de que o calor faria o seu trabalho.

Em novembro acabei esquecendo de postar a foto, quando as folhas já apareciam em vários pontos. Publico a foto de novembro hoje.

Ontem passando pelo grafite, fiquei impressionado com a velocidade com que as folhas tomaram conta da paisagem, formando não apenas uma grande cabeleira, mas envolvendo o grafite de um jeito que parece que em breve ele será engolido. Veremos como a natureza seguirá seu curso nesse caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.