segunda-feira, 17 de maio de 2010

O Barbeiro de Morretes

Ontem estive em Morretes para uma aula prática de fotografia. Como Morretes (50 km de Curitiba) é invadida nos finais de semana por turistas vindos de carro, trem e ônibus de todos os lugares, a cidade fica muito interessante para se fotografar, seja por conta dos turista, pelos seus habitantes e pela sua arquitetura.

Caminhando pelas ruas, me deparei com uma cena e um profissional raríssimo de encontrar numa cidade do porte de Curitiba: um barbeiro em plena ação. Todos os elementos da foto parecem remeter ao passado: o barbeiro, o cliente, a barbearia e tudo que a compõe. Em algum momento da história da humanidade, os barbeiros foram sendo gradualmente substituídos pelos cabeleireiros e as novas técnicas. Dessa classe, poucos restaram, mantendo um pequeno público fiel.

8 comentários:

  1. Realmete parece foto antiga. Muito interresante

    ResponderExcluir
  2. O fregues do barbeiro ficou me encarando.

    ResponderExcluir
  3. Meu Vô (foto) é o barbeiro mais velho de Morretes com 82 anos.

    ResponderExcluir
  4. Oi Nycolas! Nossa, sensacional saber que ele é seu avô! Qual é o nome dele? Ele sempre foi barbeiro? Quando eu pedi para fazer a foto, ele meio desconfiado autorizou, mas o cliente dele ficou me cuidando!

    ResponderExcluir
  5. Odivar. Ele começou de barbeiro aos 15 anos, ele começou em uma barbearia de um senhor que era amigo do pai dele ai ninguem queria cortar cabelo com o Nhangó(dono da barbearia )por que ele queria fazer do geito dele e não oque os fregueses queriam , então os ex-fregueses do Sr.Nhangó passaram a cortar cabelo com o Sr.Odivar(meu vô). Depois de dois anos trabalhando com Sr.Nhangó falaram assim pro meu vô.-Porque você não abre sua própria barbearia, então ele alugou um local e abril sua própria barbearia que até hoje está funcionando.

    ResponderExcluir
  6. Seu Odivar! Quando criança e adolescente cortava sempre meu cabelo com ele. Cumprimento ele quase todos os dias quando passo em frente a sua barbearia.

    ResponderExcluir
  7. Isso é Morretes!

    "Morretes pedacinho querido, la embaixo escondido, está o meu barracão...
    ...eu não vou deixar, minha querida Morretes por outro lugar..."

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.