terça-feira, 18 de maio de 2010

Os Gansos do Barigui


Nos três bosques do Parque Barigui, constituídos por capão de floresta primária nativa e por florestas secundárias, procuram refúgios diversos animais nativos ou migratórios como garças-brancas, preás, quero-queros, tico-ticos, gambás, sabiás, biguatingas, preás, capivaras, cutias, sagüis, gambás e os simpáticos gansos que gentilmente autorizaram que eu os retratasse aqui.

Além de refúgio para animais, o Parque Barigui é também a grande área de preservação natural da região central da cidade de Curitiba. Seus bosques ajudam a regular a qualidade do ar enquanto que o seu imenso lago, com 230.000 m2, ajuda a conter as enchentes do Rio Barigui, que antigamente eram tão comuns em alguns trechos da parte mais baixa de Curitiba.

O Parque Barigui, assim como os demais parques de Curitiba, faz parte de uma política municipal de preservação de fundos de vale. O objetivo é evitar o assoreamento e a poluição dos rios através de monitoramento, proteger a mata ciliar, bem como impedir a ocupação irregular das suas margens, tornando estas áreas abertas à população na forma de parques.

Fonte: Prefeitura Municipal de Curitiba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.