quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Museu Guido Viaro







Estive recentemente na Reitoria da UFPR e depois de fazer algumas fotos, percebi que o Museu Guido Viaro estava aberto, sendo portanto uma boa oportunidade para conhecer esse espaço. O prédio que abriga o museu foi por muito tempo residencial e desde o tempo que estudava na UFPR chamava muito a minha atenção.

O Museu Guido Viaro foi reinaugurado em 10 de novembro de 2009, na rua XV de Novembro 1.348, no centro de Curitiba. Contudo, o museu já funcionou em outra sede entre os anos de 1975 e 1995, na Rua São Francisco, 316, onde hoje funciona a Casa da Memória.
O propósito do novo museu é a exposição e divulgação da obra do artista italiano que veio para Curitiba em 1929 e destacou-se por sua produção gráfica e por retratar tipos populares e atividades cotidianas. Foi também ilustrador da revista Joaquim e atuante em instituições de arte como o Ateliê Escola de Desenho e Pintura Guido Viaro e a Escola de Música e Belas Artes do Paraná.
Além do acervo fixo, o museu realiza exposições temporárias, projeções de filmes, palestras e cursos em áreas ligadas às artes. Conta com uma sala de projeção com capacidade para 40 lugares e equipamento para exibição de filmes. Mantém o foco na experimentação, pesquisa de linguagens e expansão dos horizontes humanos.
Com a reabertura do museu, os curitibanos e turistas que visitam a cidade, terão o privilégio de apreciar as obras do artista em um único local e com entrada gratuita. O espaço foi especialmente preparado e inteiramente transformado para abrigar em definitivo o acervo, que conta com aproximadamente 250 óleos sobre tela, 700 desenhos e mais de 100 gravuras. O prédio adquirido para abrigar o museu é um imóvel de preservação histórica, de 1929, situado  em frente à Reitoria da UFPR, local onde a universidade projeta o Corredor Cultural da cidade. A primeira exposição do museu, distribuída em dois salões, é uma retrospectiva das diversas fases do artista desde 1930, quando se instalou em Curitiba, até 1971, ano de sua morte.

2 comentários:

  1. Hoje? O Museu Guido Viaro faz parte da programação do Croquis Urbanos- Curitiba ; de minha parte, obrigada pela ótima composição, Takeuchi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho certeza que o Croquis promoverá mais um grande encontro.

      Excluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.