sábado, 15 de setembro de 2012

A casa e a árvore imune


No dia do desfile de 7 de setembro, com o bloqueio de várias ruas, fui obrigado a estacionar um pouco longe da Av. Cândido de Abreu. O melhor que consegui vindo de onde vim, foi estacionar na Rua Padre Antônio, perto do Colégio Estadual.
De lá fui caminhando para o desfile e ao passar por essa linda casa na esquina da Padre Antonio com a rua Carlos Eduardo Leão. Já estive nesse endereço para fotografar uma Tipuana imune de corte, que já publiquei aqui.
Apesar da casa ter sido mais uma vítima de vândalos, ela continua belíssima. Espero que futuramente, a vejamos ocupada e restaurada.
Não achei qualquer referencia à casa na internet.

6 comentários:

  1. Como alguém ou uma família pode abandonar uma bela casa tal como a da foto, concorda comigo, Takeuchi? Parece que um vendaval pela casa passou. Vá lá saber as razões, mas a PMC deve ter um controle na identificação dos proprietários. Que triste o abandono.

    Imaginei a alegria dos antigos moradores e o encantamento que o jardim lhes oferecia. Ô vida...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade. Não creio que quem a construiu gostaria de ve-la nesse estado. Mas cada família tem a sua história.

      Excluir
  2. Lembro-me que, em 1991, a condução que me levava à escola passava nesta casa, para buscar uma aluna. Eu estudava na sexta série e ela já estava no segundo grau. Porém é a única informação que tenho.

    ResponderExcluir
  3. Dei uma olhada no google maps e acredito que a casa foi demolida. A Rossi incorporou e vai virar um condomínio.
    Comparei as fotos das árvores com as que ainda estão lá e parece que é isso mesmo... Uma pena, gostaria de ver como a casa poderia ficar

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.