sábado, 10 de agosto de 2013

Frederico Kirchgässner na Rua Portugal

Poeta, pintor, arquiteto, construtor, urbanista, agrimensor, Frederico Kirchgässner, nascido em Karlsrube, Alemanha, foi trazido para o Brasil com seus pais e registrado como nascido em 12 de abril de 1899 em Ibirama, Santa Catarina. Mudou-se ainda criança para Curitiba, estudando na Deutcheknabeuschule do Colégio Bom Jesus e incentivado por um tio, reitor da Escola Feminina de Baden Baden, inscreveu-se em um curso por correspondência no Kunstschulle de Berlim.
Kirchgässner começou a trabalhar na Prefeitura de Curitiba, como desenhista, em 25 de junho de 1916, permanecendo no Departamento de Urbanismo até se aposentar. Em 1929, Kirchgassner viajou para Berlim, onde prestaria os exames e conseguiria o diploma de arquiteto, frequentando também curso de Belas Artes. Ali, conheceu Hilda, que viria a se tornar sua esposa. 
Em 1930, construiria a casa na rua 13 de Maio esquina com a Portugal - já tombada pelo Estado. Infelizmente, a cidade não entendeu a sua visão vanguardista e Kirchgässner não teve muitas possibilidades de desenvolver outros projetos, dedicando-se assim mais ao urbanismo - como um dos responsáveis pelo primeiro plano diretor de Curitiba. Faleceu em Curitiba em 19 de agosto de 1988. (Fonte: artigo de Aramis Millarch de 1991).

A foto de hoje mostra parte do Edifício de 1958 na Rua Portugal entre Carlos Cavalcanti e Jaime Reis. Trata-se de uma edificação bem detalhada de arquitetura com reminiscências Art-Déco, sem uso de estrutura independente de concreto armado, com quatro pavimentos, implantados no alinhamento predial e ocupando toda a testada do terreno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.