sábado, 24 de agosto de 2013

Sumiê da Praça do Japão


Essa pintura linda foi feita pelo José Marconi Bezerra de Souza, um dos que idealizaram o Croquis Urbanos de Curitiba, na Praça do Japão.
O resultado lembrou-me demais os desenhos e pinturas japonesas. Li depois na página do Facebook do grupo, um comentário de alguém dizendo que a pintura foi inspirada no estilo de pintura japonesa Sumiê. Como não conhecia o termo, pesquisei e achei o seguinte:
Sumie, também chamado “suiboku-ga”, refere-se à pintura japonesa de tinta monocromática, uma técnica que começou na China durante a Dinastia Sung (960-1274) e foi assimilada pelos japoneses no século XIV com a ajuda de monges Zen-Budistas. O sumie tem suas raízes na caligrafia chinesa; as pinceladas aprendidas na caligrafia são as mesmas utilizadas na pintura.

O mais importante é que o sumie representa não somente uma bela e singular forma de arte, mas também uma filosofia. Enquanto a maioria da pintura ocidental clássica teve como meta a descrição realista do mundo e seus objetos, o sumie sempre foi expressão de percepção do artista. Pintores tentando capturar a essência de um objeto, pessoa, ou paisagem: mais importância para a sugestão que para o realismo. A pintura ocidental usa a cor para criar sombras, tons e um sentido de espaço. O sumie tradicional, por outro lado, usa unicamente tinta preta. Na pintura oriental, a tinta preta é a mais alta simplificação de cor.
Na primeira foto eu mostro o artista em ação e na segunda (não sei o autor da foto), vemos o resultado de apenas duas horas de pura inspiração.

3 comentários:

  1. Muito bacana esse Blog sobre Curitiba!

    Visite nosso site:http://www.desentupidorahidrocuritiba.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Artesãos, artistas plásticos e produtores manuais encontram na Arte Curitiba, onde a criatividade, originalidade e principalmente técnica e bom acabamento são requisito essenciais.
    "Belo trabalho deste artista, Parabéns pelo blog"
    https://desentupidorascuritiba.wordpress.com/

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.