quinta-feira, 13 de agosto de 2015

A Residência Belotti

Hoje o Circulando por Curitiba abre espaço para falar da Residência Belotti e de seu genial criador Ayrton Lolô Cornelsen e também, para falar do projeto do Livro Residência Belotti, que irá contar em detalhes isso tudo, desde o projeto, passando pelo Lolô e a longa e apaixonante jornada para salvar a casa.

Nascido em Curitiba em 7 de julho de 1922, Ayrton “Lolo” Cornelsen realizou um extenso trabalho como arquiteto e engenheiro. Em 1943, estudante de engenharia da UFPR e funcionário da Prefeitura de Curitiba, foi encarregado de acompanhar Alfred Agache para conhecer a cidade. Concluiu seu curso de engenharia no Rio de Janeiro, onde manteve contato com a arquitetura produzida pelos discípulos de Lúcio Costa. Lolo tem sido crítico permanente do Plano Wilheim-IPPUC, uma vez que não foram implantadas as largas avenidas propostas no Plano Agache, mantendo o centro de Curitiba “atravancado”, sem o aspecto de metrópole desejado pelo urbanista francês.

A Residência Belotti foi projetada por Lolô em 1953 e foi o seu primeiro projeto familiar e em razão disso, ele tem um carinho mais do que especial por essa casa e das suas obras na cidade é a que ele mais gostaria de ver preservada. E quando digo "obras na cidade", essas são muitas e basta uma pequena pesquisa para saber que Lolô faz parte da nossa vida há muito tempo.

A sintonia e o carinho pelo Lolô e sua obra, fez com que Hugo Humberto, administrador da Carmesim Espaço de Arte e Design (que ocupa grande parte da casa), dedicasse anos de sua vida para salvar a casa, livrando ela de vândalos, buscando um investidor e realizando um projeto minucioso de restauro da casa. Os detalhes dessa aventura será contada no projeto do livro Residência Belotti que está disponível no Cartarse apenas esperando a sua participação, garantindo um exemplar e ajudando a viabilizar o projeto. Para acessar o projeto e selecionar a opção que mais lhe convém, siga o link e seja também um ator na preservação de uma parte da memória de Curitiba.

Detalhe importante, o projeto do livro no CATARSE se encerra amanhã! Então corre!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.