domingo, 17 de julho de 2016

A Linha Verde





A Linha Verde é uma obra que teve por objetivo integrar dois lados de Curitiba que eram cortados pela BR116, servir de via rápida de tráfego desde o Atuba (região norte) até o Pinheirinho (região sul)  e mudar a paisagem de beira de estrada com mudança de zoneamento e ocupação.

A obra já serviu de plataforma de campanha para pelo menos três prefeitos de Curitiba e talvez até por isso, não termina nunca!

Não li qualquer estudo quanto aos custos da obra, portanto não sei dizer se foi ou não super faturada, como é (ou era) de praxe em obras públicas, mas com absoluta certeza podemos dizer que trata-se de uma obra ridiculamente interminável, que já caminha para uma década.

Talvez por ser ano eleitoral, a obra do trecho norte que ficou parada por anos, foi retomada à "todo vapor" nesse ano, mas apesar dessa "pressa" toda, certamente esse trecho não estará finalizado até o primeiro turno da eleição para prefeito.

Minha filha entrou e saiu da faculdade. Meu filho entrou recentemente. Nenhum dos dois terá a oportunidade de tomar um ônibus na região do Hospital Vita e descer na região do Centro Politécnico/PUC. Fico pensando se meu neto verá um ônibus circular do Atuba até o Pinheirinho, com a arborização e os parques lineares que na década passada vimos nas propagandas.

Quanto ao nome Linha Verde , já ouvi duas explicações. A primeira dizia respeito ao cinturão de árvores e jardins que adornariam a via. Outra seria referente à uma "onda verde" de semáforos que sempre se abririam para a passagem dos nossos modernos bi-articulados. O nome ainda não se justifica por nenhum dos dois motivos.

Ah! Faltou dizer que congestionamentos é uma constante na via (mesmo com a proibição de caminhões), especialmente em cruzamentos como os da Marechal Floriano e Salgado Filho.

As fotos de hoje mostram um trecho que regularmente circulo na Linha Verde, do ponto próximo ao cruzamento com a Fagundes Varela até a Salgado Filho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.