sexta-feira, 29 de julho de 2016

De Lolô à Lolô.


Em 2010 descobri no Paço da Liberdade o livro "Arquitetura do Movimento Moderno em Curitiba" do Professor Salvador Gnoato e achei que seria um ótimo guia para uma série de postagens sobre o tema.

Foquei na parte do livro que lista uma série de engenheiros/arquitetos que marcaram a paisagem de Curitiba com seus projetos. Selecionei três obras de cada um e fui fotografar as maravilhas de Rubens Meister, Romeu Paulo da Costa, Leo Linzmeyer, Jaime Wassermann, Elgson Riberiro Gomes, Ayrton Lolô Cornelsen, Vilanova Artigas e Frederico Kirchgässner.

Nessa jornada passei por uma casa que já parecia estar um pouco distante do seu auge, a Residência Bellotti do genial Lolô.

Um ano depois, a casa estava bastante degradada. Em 2013 uma grande movimentação na casa indicava que ela estava sendo restaurada. No primeiro semestre de 2014 o restauro estava concluído e a fabulosa casa vermelha voltava à sua glória.

Acompanhando o Croquis Urbanos de Curitiba, pude pela primeira vez explorar o interior restaurado da casa. Em setembro daquele mesmo ano, era inaugurada na casa a Carmesim Espaço de Arte e Design, onde em fevereiro de 2015 fui convidado pelo seu idealizador, Hugo Umberto, para fazer uma exposição focada na arquitetura modernista de Curitiba.

O nome da exposição foi Circulando pela Arquitetura Modernista de Curitiba, homônima ao título do livro que hoje será lançado na Casa Wolf, outro projeto de Lolô Cornelsen.

Um ciclo se fecha, aberto com a exposição e fechado com esse livro, organizado pelo Hugo Umberto Carmesim e com projeto gráfico de Cristiane Tavares.

Agradeço à todos que apoiaram o projeto pelo Catarse, aos patrocinadores, à Cris e principalmente ao Hugo, um cara que apesar de todas as adversidades, tem esse costume de tornar sonhos em realidade.

Espero todos vocês hoje na Casa Wolf, na rua General Carneiro, 937 para esse momento bacana da minha vida.

Já tive filhos (4), já plantei uma árvore (uma imbuia ali no Jardim Ambiental) e agora escrevi um livro com luz. Nada mal!

2 comentários:

  1. Mi más sincera enhorabuena por cumplir con los pasos tan importantes de la vida. Puedes considerarte una persona completa,¿no? Me hubiera gustado estar presente y ver ese libro, pero desgraciadamente, me queda todo un poco lejos y a desmano.
    Un fuerte abrazo y muchas felicidades.

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.