segunda-feira, 18 de abril de 2011

Luz das araucárias



O calçadão da Rua das Flores já teve ao longo de sua história, diversos equipamentos urbanos que marcaram época e administrações municipais. Lixeiras, floreiras e luminárias foram variando com o tempo. Um tipo de luminária que existia logo quando me mudei para Curitiba, era um tipo que pretendia ser uma araucária estilizada, sendo portanto, um símbolo paranista e curitibano. Essas luminárias foram varridas do mapa e somente há pouco tempo, reparei que nos jardins do Laboratório Central do Estado (fundado pelo Dr. Trajano Reis em 1894), na esquina da Rua Ubaldino do Amaral com a Rua Amintas de Barros, existe ainda alguns exemplares dessa "arvore".
Ontem parei meu carro bem ao lado da casa de Dalton Trevisan (aliás, foi a primeira vez na vida que vi uma luz acesa lá dentro e uma porta entre-aberta) e fui fotografar as luminárias, que apresento aqui no post de hoje. Fico feliz que algumas dessas luminárias foram preservadas, pois também fazem parte da história de Curitiba.

6 comentários:

  1. de que época são essas luminárias?

    ResponderExcluir
  2. OPAZ, eu lembro dessas luminárias... tem estilo e são legais.

    JOPZ

    ResponderExcluir
  3. Oi Zito. Não sei quando foram implantadas e não me recordo quando foram extirpadas, sei que no final da década de 1970 elas dominavam a Rua XV.

    Oi Jopz. Sao bem boladas mesmo. Li em algum lugar que as luminárias atuais, não seriam um modelo histórico de Curitiba (ao contrário do que parecem), mas não tenho certeza dessa informação.

    ResponderExcluir
  4. Olá, Washington! Moro no Mato Grosso, mas sou natural de Xaxim-SC, e estou fazendo uma série de desenhos da praça central de Xaxim em diferentes épocas, e para o desenho da década de 90 não encontrei fotos, e precisava relembrar mais detalhadamente como era o modelo das luminárias, e encontrei aqui na tua postagem. Lembro que eram exatamente assim, lá foram instaladas na segunda metade da década de 1980 e duraram até o início dos anos 2000. Obrigado e abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Giovani. Conheci Xaxim (e Xanxerê e Chapecó) quando trabalhei na região.
      Que interessante as luminárias serem iguais. Achava que modelo(imitando araucárias) era algo de Curitiba apenas. Obrigado pela visita e pela informação.
      Bom desenho!

      Excluir
    2. Oi Giovani. Conheci Xaxim (e Xanxerê e Chapecó) quando trabalhei na região.
      Que interessante as luminárias serem iguais. Achava que modelo(imitando araucárias) era algo de Curitiba apenas. Obrigado pela visita e pela informação.
      Bom desenho!

      Excluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.