sábado, 15 de outubro de 2011

A Barreirinha e mais algumas de suas casas de madeira





Como ainda tenho várias fotos de casas de madeira da Barreirinha, resolvi juntá-las num post falando do bairro.

O bairro Barreirinha é evidenciado pela presença de uma importante colônia polonesa, que
imprimiu características marcantes até em seu aspecto, oferecendo uma paisagem de lavouras
beirando as ruas e de carroças que circulam lado a lado com os caminhões. Os colonos poloneses
iniciaram sua vida no bairro cultivando centeio, milho, batata e outros cereais, chegando a serem
conhecidos pela produção das tradicionais broas de centeio de excelente qualidade. Não se
restringindo à lavoura, os colonos logo começaram a trabalhar na indústria de carroças. Em razão dessa forte influência da imigração polonesa, nem tanto hoje, mas era muito comum você ouvir o nome do bairro com um "r" só, ou seja, Bareirinha.

Por decreto municipal, o Barreirinha é delimitado da seguinte forma:
Ponto inicial na confluência das Ruas Theodoro Makiolka e Fernando de Noronha. Segue pela Rua Fernando de Noronha, Anel da Copel, Rua dos Alfeneiros, Rua Paula Prevedello Gusso, Av. Anita Garibaldi, Rua Reinaldo Hecke, Rio Belém, Rua Angelo Cúnico, Estrada de Ferro Curitiba – Rio Branco do Sul, Av. Anita Garibaldi, divisa seca do Parque da Barreirinha, rio sem nome (afluente do Bacacheri), Rio Bacacheri, Rua Theodoro Makiolka, até o ponto inicial. Pelo censo de 2010 o bairro tem 18 mil habitantes (fonte: IPPUC).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.