terça-feira, 26 de junho de 2012

Rua Padre Germano Mayer



Fiz essas duas fotos da Rua Padre Germano Mayer no Alto da XV em duas épocas distintas do ano, mostrando o verão e o inverno. Gosto da forma como as árvores formam um túnel ao longo de toda a rua, dentre elas, inclusive uma imune ao corte que não localizei por não ter aquela placa característica.
Depois de, em vão, procurar por muito tempo na internet alguma informação sobre quem teria sido o Padre Germano Mayer, consegui achar essas informações no livro "1001 Ruas de Curitiba".
O Padre Germano Mayer nasceu em 08/03/1900 em Weilersbach, Alemanha , em uma pequena aldeia, onde viveu até ingressar no Seminário dos Padres Palotinos, sendo ordenado sacerdote em 14/07/1929. Foi missionário popular na Alemanha quando veio transferido para o Brasil, em 1933. Trabalhou com os católicos alemães de Curitiba até 1943, quando foi nomeado vigário de Londrina. Dois anos depois voltou para Curitiba, onde exerceu por 19 anos, o cargo de vigário da recém criada paróquia do Cristo Rei, no Cajuru. Naturalizado brasileiro em 1948, amou a pátria e a gente que o acolheu. Faleceu tragicamente em acidente de carro, nas proximidades de Rolândia, em 08/08/1964, sendo sepultado em Londrina.

4 comentários:

  1. Comparar dados é uma excelente estratégia para evidenciar as semelhanças e diferenças de determinado ponto ou questão; belas são as imagens do trecho da rua, Takeuchi. Quem circula com frequência pela nossa querida Curitiba sabe aquilatar as mudanças promovidas pelas estações climáticas.

    O importante, ali na Germano Mayer, é que as árvores continuam firmes; elas atravessam a temporada sem perder o charme, a imponência e a beleza.

    Receba os meus cumprimentos pelo estabelecimento comparativo.

    ResponderExcluir
  2. Bom demais ler teu blog, além de belas fotos você nos traz a historia!

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana Maria. Obrigado pelo comentário. Nem sempre eu consigo a história, mas eh sempre a minha intenção. Abraco.

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.