quinta-feira, 7 de julho de 2011

Corticeira da rua Carmelo Rangel



Durante nossa caminhada pelo Seminário, um dos pontos que paramos para observar foi uma grande árvore na Rua Carmelo Rangel (rua interessante para observar várias casas de inspiração modernista). O grupo parou inclusive para medir o diâmetro da árvore naquele dia. Mais tarde descobri que essa árvore, uma Corticeira, foi tombada pela Coordenadoria do Patrimônio Cultural do Estado do Paraná.
A corticeira ocorre desde o maranhão até o Rio Grande do Sul. É árvore ornamental de porte médio, com tronco espinhoso e ramificado de forma irregular.
Suas folhas verdes escuras caem durante o inverno. Sua flores, de um vermelho vivo, são dispostas em grandes cachos na extremidade dos ramos e abram-se aos poucos durante a floração.
O fruto é uma vagem de cor castanha e atinge até 15 centímetros de comprimento. Fornece madeira mole, semelhante à cortiça, sendo utilizada na construção de equipamentos de pesca.
A casca tem funções medicinais. As flores são extremamente atraentes para os beija-flores.
Essa árvore situada na Rua Carmelo Rangel, 886, Bairro Batel, foi inscrita no livro do tombo no dia 10 de setembro de 1.974.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.