domingo, 29 de janeiro de 2012

Gibiteca de Curitiba





Criada em 1982, a Gibiteca de Curitiba teve como primeiro endereço uma das salas da Galeria Schaffer. Depois, em 1988, transferiu-se, para o Centro Cultural Solar do Barão, onde permanece até hoje. Toda a gama de gibis infantis, heróis, humor, terror, cartuns, fanzines, mangás e exemplares estrangeiros faz do acervo da Gibiteca uma fonte valiosa para pesquisas. Nele estão guardados exemplares do personagem “Gibi”, nome que mais tarde foi apropriado para designar as revistas em quadrinhos. Há também as primeiras edições de “Tico-tico” e “O Globo Juvenil” (os mais antigos são datados de 1942), as primeiras edições nacionais de Batman e Capitão América, da década de 1950, além de uma coleção completa do Pasquim. A Gibiteca editou 15 números do Gibitiba, dando oportunidade aos jovens desenhistas de mostrar suas criações. Quando completou o 15º aniversário, a Gibiteca mereceu uma edição comemorativa da revista Metal Pesado, na qual foram incluídos trabalhos de 23 artistas, muitos deles integrantes de uma nova geração que teve justamente a Gibiteca como centro de formação.
Na primeira foto, há em cima da mesa um gibi do Capitão Gralha, um grande herói curitibano criado na década de 40 por Francisco Iwerten e que em 1997 foi recriado por um grupo de quadrinistas de Curitiba.
Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.