sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

A presença de Anita



Apesar de (relativamente) discreto, o Edifício Anita está ali entre gigantes como o Tijucas, Souza Naves, Brasilino Moura, mas sua presença é marcante na região, quase como um alívio visual pela curiosa casa no topo e sua hoje coberta fachada por trepadeiras. Que essa convivência permaneça por muito tempo ainda no centro da nossa cidade.
Hoje duas fotos, uma a partir da rua e outra, de uma das janelas do primeiro andar, onde amigos trabalham em coisas importantes para a cidade, como o restauro um painel de Franco Giglio e na edição de um livro chamado Prédios de Curitiba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.