sábado, 28 de janeiro de 2017

Casas de madeira (disfarçadas ou não) no Campina do Siqueira




Quando fotografei uma linda casinha de madeira amarela na rua Lourenço Gbur no Campina do Siqueira (aquela com uma feira ambulante na frente), conversei com duas pessoas que moram na rua sobre a casa, que segundo me informaram teria 50 anos. Disseram ainda que as casas de madeira mais antigas da rua eram as duas que parecem ser de alvenaria, mas que na verdade são de madeira e que essas teriam perto de 80 anos.
No conjunto de livros A Casa de Araucária, procurei novamente no volume "A casa de madeira - um saber popular" de Fábio Domingos Batista a informação de um produto que revestia (ou travestia) as casas de madeira. Trata-se do Erkulit, que são placas de fibras de madeira mineralizada que eram pregadas sobre as mata-juntas das casas, que podiam receber reboco e calfino, transformando rapidamente uma casa de madeira em aparentemente numa casa de alvenaria.
O auge dessa transformação das casas de madeira aconteceu nas décadas de 1960 - 1970, quando as casas de madeira ainda eram consideradas um sinal de falta de modernidade e de condições financeiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.