sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Que feio!



O muro da primeira foto pertence ao último prédio onde um dia funcionou a Matte Leão no bairro Rebouças, um complexo industrial de grande relevância para a história do Paraná e de Curitiba. Vejam só o que fizeram, que feio!

2 comentários:

  1. Olá Washington - Você já pesquisou sobre a antiga residência ou indústria cujo portal de acesso em ruínas ainda sobrevive no acesso do Kharina Batel, na Rua Cel. Dulcídio com Rua Benjamin Lins ? Lembro que a propriedade existente foi destruída por grande incêndio e abandonada. Mais tarde se construiu uma lanchonete drive-in e mais recentemente o Restaurante Kharina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi João. Numa das caminhadas observacionais, passamos por esse portal é nele li a gravação Fábrica Santa Graça. Descobri que tratava-se de uma das 10 maiores engenhos de mate que existiram no Paraná no final do século XIX. Essa e outras fábricas em Curitiba e Ponta Grossa, pertenciam à viúva de Manoel de Macedo.

      Excluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.