terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Um mundo por trás de uma janelinha




Na avenida Jaime Reis há um antigo imóvel grafitado, cujas aberturas foram lacradas e por isso não se poderia ver o que há lá dentro.
Na velha parede há um pequeno buraco pelo qual a câmera não passa, mas encostando a lente bem junto à abertura, a fotografia revela um pouco do sobrou desse prédio, hoje sem chão e sem teto, já meio tomado por uma vegetação que cresce confinada. Quem sabe quais histórias essas paredes poderiam nos contar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.