segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

51 Árvores Imunes de Corte de Curitiba: Canafístula - Praça Vila Lobos





Iniciarei hoje uma série que deve agradar aos que apreciam botânica e considero no mínimo curiosa e não nunca ouvi falar de ação semelhante em outro lugar. Em Curitiba, 51 árvores foram declaradas como sendo Imunes de Corte em decreto (1.181/2009) assinado pelo então prefeito municipal Carlos Alberto Richa (ou Beto Richa) e o então secretario municipal do meio ambiente José Antonio Andreguetto, no dia 29/03/2009 (não por acaso o dia da árvore), revogando o decreto 921/2001 que já protegia 25 árvores de Curitiba. Essa ampliação para 51 árvores ocorreu via consulta pública, na qual a Secretaria Municipal do Meio Ambiente pediu para que os moradores da cidade indicassem as árvores que poderiam fazer parte da lista das imunes de corte na capital. A ideia era de que os moradores de Curitiba indicassem árvores relevantes pela sua espécie, tamanho, capacidade de produzir sementes ou mesmo pela importância para a comunidade em torno dela.
A seleção das novas árvores foi feita por uma comissão técnica formada por biólogos, agrônomos e engenheiros florestais da Secretaria do Meio Ambiente. Algumas foram indicadas pela população e outras foram identificadas pelos técnicos. Também foi revisada a lista das 25 árvores já decretadas imunes. Todas foram consideradas em condições de continuar na lista.
As árvores estão distribuídas em 40 locais públicos e particulares da cidade e todas recebem uma placa com a identificação da espécie e o alerta de que ela não pode ser retirada. Qualquer pessoa que atente contra uma dessas árvores identificadas é processada por crime ambiental e responde nas esferas administrativa, cível e penal.
Essas árvores são vistoriadas periodicamente pela Secretaria do Meio Ambiente e qualquer ação nessas árvores só pode ocorrer sob orientação e aprovação dessa secretaria.
Não sei sei vou conseguir fotografar todas as 51 árvores, mas vou fotografar tantas quanto possível, sempre identificando a árvore, o local e alguma curiosidade sobre a região na qual ela está inserida.

A árvore de hoje é uma Canafístula (peltophorum dubium) que encontra-se numa pequena e bem arborizada praça no coração do Jardim Social chamada Vila Lobos, na Avenida Presidente Washington Luiz. O Jardim Social é um bairro de Curitiba que podemos definir como exclusivamente residencial e por ficar na imediações do aeroporto do Bacacheri, suas edificações são basicamente casas térreas, tendo o comercio do bairro concentrado nas avedidas que o delimitam ou circundam (Avenida Nossa Senhora da Luz, Rua Fagundes Varela e Avenida Vitor Ferreira do Amaral). Por muito tempo, o Jardim Social foi considerado o bairro dos ricos em Curitiba.
Verdes saudações à todos!

3 comentários:

  1. 51 uma boa idéia... deveriam ser 5001 arvores.

    mas vamos lá, aguardo para conferir as imagens, não deixa de ser um começo.

    JOPZ

    ResponderExcluir
  2. Adorei a iniciativa. Te desejo uma série de muitas imagens incríveis. Abração!

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.