quinta-feira, 25 de março de 2010

Empinando pipa

Quebrando a série sobre arquitetura modernista, segue a simplicidade da imagem de um garoto empinando sua pipa numa rua pouco movimentada do Bairro Novo Mundo em Curitiba.
É muito comum, principalmente no verão e nos bairros mais distantes do centro, ver crianças empinando suas pipas, sendo essa uma das suas brincadeiras favoritas. Sendo a rua o lugar onde elas brincam com suas pipas, os fios tornam-se um risco que as crianças parecem não se importar muito.
A COPEL (companhia de distribuição de energia do Paraná), faz constantes campanhas alertando para os riscos de se empinar pipas perto de fios de energia, pois uma vez enroscadas as pipas, vários acidentes podem ocorrer, desde a interrupção do fornecimento de energia, até um grave acidente por choque, seja porque a criança decide escalar o poste para retirar a pipa ou pelo fato do fio da pipa ser feito de material condutor.
Mas como infância sem pipa, principalmente para as crianças de famílias mais humildes, não é infância, cabe então aos adultos e ao poder público, garantir a segurança dessas crianças.

4 comentários:

  1. Oi Washington! Vc me segue e eu te sigo. eh eh eh Cara, suas fotos são um presente. Uma delícia ver a sua sensibilidade. Sempre estou olhando e recomendo para as pessoas também. Me sinto como cidadão, muito agradecido pelo registro incrível que vc nos oferece. Beleza, história, memória...
    Muito bom seu trabalho de pesquisa.
    Também queria deixar aqui anotado, que curto muito quando vc coloca umas fotos assim, do cotidiano, das pessoas, do lado humano. Sâo essas imagens que me fazem ficar mais tempo ali... parado na frente do computador.
    Ah! A foto da Marilyn fica na av. 7 de setembro, na próxima quadra depois da Praça do Escoteiro. É uma empresa que produz festas chamada Perverts.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Que foto mais "O Caçador de Pipas"! :)

    ResponderExcluir
  3. Oi Felipe. Obrigado pelos seus comentários, espero continuar a descobrir Curitiba. Vivemos numa grande cidade e temos que ficar atentos às suas belezas.

    Oi Lara. Me ocorreu isso também. Espero que a vida desse menino seja menos trágica.

    ResponderExcluir
  4. Oi, infelizmente hj em dia não se conseguem encontrar mais lugares adequados para empinar pipas, a maioria dos parques com lugares abertos ficam longe para muitos que são adeptos desta arte, a Equipe Art Céu - Pipas e Raias desenvolve um projeto que ajuda na prevenção de varios acidentes: Debique essa idéia use fio limpo! onde concientiza a todos a empinar pipas sem o uso de cerol. Para saber mais sobre os nosso projetos acesse: www.pipascuritiba.com além de projetos, tem fotos de festivais de pipas e nossa programação.

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.